Yôga, stress e energia

No meu dia-a-dia é frequente encontrar pessoas que nunca praticaram Yôga e não sabem bem o que é, e que me dizem:

– “ah…eu não quero praticar Yôga pois eu gosto do stress, da adrenalina do meu trabalho, não quer ficar calmo nem relaxado”.

Estas pessoas têm medo que o Yôga as deixe demasiado paradas, relaxadas, apáticas. Ora isso é mera desinformação. O Yôga é conhecido por ser um dos melhores recursos para gerir o stress, pois aumenta e muito a energia do indivíduo, tornando-o mais forte e jamais parado ou apático.

O stress surge na nossa vida quando o desafio que enfrentamos necessita de um esforço psicobiológico maior do que aquele que somos capazes de suportar. Pode ser um novo trabalho, uma promoção, um novo projecto ou até um evento emocional. O stress é o esforço do indivíduo para fazer frente ao desafio que está acima dele.

As técnicas do Yôga ajudam o praticante a aumentar a sua força (física, mental e emocional), a sua energia e o seu poder de concretização. Praticantes de Yôga são, por isso, pessoas enérgicas, dinâmicas e realizadoras. O Yôga é muito popular junto de músicos, desportistas, empresários e até estrelas de cinema, tudo profissionais habituados a enfrentar grandes desafios.

image (2)

Achar que o stress é uma coisa boa, pode ser um erro fatal. Viver em excessivo e prolongado stress pode gerar burnout,  síndrome da exaustão.

O burnout é caracterizado pela falta de energia ou de motivação para qualquer coisa, incluindo o trabalho, a família e a vida em geral. O burnout gera um estado onde o seu corpo já não tem os recursos para o ajudar a adaptar-se ao ambiente. Isso significa: falta de energia, um sistema imunitário deficiente, sistema hormonal disfuncional e uma série de outros problemas de saúde .

Antes de chegar a um estado de burnout, pense em si, cuide-se, pratique Yôga! Esqueça o velho e gasto preconceito de que o Yôga é uma coisa chata, parada e zen, porque não é!

O Yôga pode fazer de si uma pessoa mais feliz, dinâmica e realizada!

Anúncios

A tua prática, o teu momento!

Olá querido leitor,

Já alguma vez pensou em adoptar uma actividade que englobe um estilo de vida saudável, com mais energia, vitalidade e qualidade de vida?

Convido-o a fazer uma aula experimental gratuita de Yôga no nosso espaço!
Na Casa do Yôga fará aulas em pequenos grupos ou mesmo individuais com um acompanhamento personalizado do instrutor,  pois esse é um dos nossos maiores diferenciais.

Como temos turmas especificas para principiantes, fará aula com outros alunos que também estão a iniciar a prática de Yôga e terá uma aula perfeitamente adequada às suas necessidades e expectativas. Nesta aula vai poder travar contacto com técnicas respiratórias, técnicas corporais, técnicas de limpeza orgânica e de descontracção.

Logo da primeira aula vai aprender a respirar melhor. Algo tão simples, mas que a maioria das pessoas faz de forma errada. Uma respiração correcta poderá eliminar estados de tensão e ansiedade e stress e terá um impacto muito positivo nas suas emoções. Depois vai aprender técnicas de limpeza orgânica,  que são exercícios muito simples mas que o vão ajudar a eliminar os detritos tóxicos causados por má alimentação ou os produzidos por emoções pesadas. Logo a seguir, vai dedicar-se às técnicas corporais que vão promover um aumento de força, flexibilidade articular, alongamento e tonificação muscular. Além disso as técnicas corporais vão ajudá-lo a conquistar concentração e foco no seu dia-a-dia. Para terminar fará uma agradável descontracção que lhe proporcionará um bom relaxamento muscular e nervoso.

Ao fim de algumas semanas de prática vai começar a sentir algumas mudanças no seu corpo e mas suas emoções. Se mantiver dedicação e prática regular irá passar para as turmas avançadas. Aí irá encontrar uma aula com mais conteúdo filosófico e com técnicas que lhe permitirão conquistar estados expandidos de consciência. Vai aprender a meditar, a direccionar o pensamento e a utilizar técnicas de mentalização.

Vamos marcar a aula experimental!?

Para dar o primeiro passo siga este link: Vem experimentar

a tua prática

A respiração e o stress

Respirar é algo que nos acompanha desde o nascimento até à morte. É umas das nossas funções vitais, e sem dúvida a mais importante: conseguimos estar sem comer várias semanas, sem água alguns dias, mas sem ar morremos em poucos minutos!
É certo que todos respiramos, no entanto muitos de nós não respiram tão bem quanto deveriam.

Respirar melhor é forma ideal de aprender a lidar com o stress e com estados de ansiedade.

Quando enfrentamos situações que nos causam muito stress respiramos de uma maneira designada por respiração torácica. Esta forma de respirar, como o nome indica, fica concentrada no tórax e é uma respiração superficial, irregular e rápida. A quantidade de ar que chega aos nossos pulmões é reduzida, o que conduz a um aumento do batimento cardíaco e a uma maior tensão muscular.

A respiração torácica também é comum quando estamos inactivos. Por norma, quem trabalha sentado o dia todo também tem tendência a respirar dessa forma.

A forma alternativa de respirar é conhecida como respiração abdominal ou diafragmática. Aqui, em vez de respirarmos com a parte alta dos pulmões damos mais ênfase ao diafragma – a membrana que separa os pulmões dos órgãos abdominais. Ao executar a respiração diafragmática vai conseguir respirar de forma mais profunda, lenta e regular, o que vai provocar uma diminuição da tensão muscular e do batimento cardíaco.

Para perceber como está a respirar faça o seguinte:

– sente-se numa cadeira e permaneça descontraído mas com as costas erectas
– coloque a mão direita no abdómen e esquerda no peito
– feche os olhos e observe-se durante alguns minutos

Qual é a mão que está a subir e a descer à medida que inspira e expira?

Se respondeu a esquerda então está a respirar com o tóráx.

Para aprender a respiração abdominal ou diafragmática siga este link: Respirar bem para viver melhor

Durante os próximos dias, observe a sua respiração em alturas diferentes. Está a respirar a partir do tórax ou com o diafragma? Assim que perceber como está a respirar pode trabalhar para melhorar a sua respiração.

Pode deixar um post-it no seu computador para se lembrar da respiração diafragmática. Lembre-se que se conseguir melhorar a sua respiração estará infinitamente mais bem preparado para lidar com o stress!

9058815647_5d413bb812_z-001