Mudança de Paradigma

Uma palestra forte e audaz de Jackson Katz que nos convida a fazer uma mudança de paradigma sobre questões de violência doméstica, agressão sexual, assédio sexual, abuso sexual de crianças, abusos no relacionamento. É principalmente um convite para que todos nós – homens e mulheres – nos tornemos líderes da mudança.

Anúncios

A lição do bambu chinês

Dizem que depois de se colocar na terra uma semente de bambu chinês, não se vê nada por aproximadamente 5 anos, excepto o lento desabrochar de um pequenino rebento, a partir do bulbo. Durante esse tempo, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, a planta constrói uma raiz maciça e fibrosa que se expande pela terra.

No final do quinto ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.

Muitas coisas na vida são como o bambu chinês, precisam, disciplina, determinação e dedicação. É preciso investir tempo e paciência para poder nutrir as sementes do nosso sucesso e crescimento pessoal.

disciplina, determinação

Stay hungry, stay foolish

Steve Jobs, o lendário fundador da Apple, terminou  a sua famosa palestra para estudantes na universidade de Standford com a seguinte frase “Stay Hungry, Stay Foolish”.

O seu conselho final é tirado de um antigo almanaque que ele gostava de consultar quando era jovem. Na contra-capa estava a emblemática frase stay hungry, stay foolish.

Mantenha-se faminto por coisas novas, mantenha-se certo da sua ignorância. Continue ávido por aprender, continue ingénuo e humilde para procurar. Tenha fome de vida, sede de descobrir. Stay hungry, stay foolish.

images (4)

Supera os teus limites

Dica para os meus alunos: Não fiques só a olhar, tenta, tenta de novo, tenta até conseguires…  Sem acção nada na tua vida vai mudar!

A prática diligente faz-te adquirir não só força e flexibilidade, mas também a experiência necessária para venceres os teus próprios limites.

Lifestyle Casting © Lino Silva-0516

“Numa floresta longínqua existia um pardal que passava os seus dias sentado numa árvore a observar o voo de uma águia.

A águia era forte e esplendorosa e o seu voo era perfeito e muito elegante. O pardal sonhava um dia vir a ser como a águia, mas achava que nunca iria ser capaz. Então, passava os seus dias sentado numa árvore a observar a águia.

Um dia o pardal decidiu ver a águia de mais perto e seguiu-a durante o seu voou. O pardal esforçava-se para voar mais rápido, mas mesmo assim não conseguia acompanhar o voou da águia e rapidamente esta desaparecia do seu campo de visão. Após algumas horas de esforço e já muito cansado, o pardal estava prestes a desistir quando a águia aparece muito rapidamente à sua frente e foi inevitável o choque entre os dois.

O pardal caiu desnorteado no chão e quando voltou a si, a águia estava a observá-lo. O pardal ficou com muito medo, mas mesmo assim colocou-se em posição de combate.

– Porque é que me andas a vigiar? – perguntou a águia.

– Quero ser como tu, mas não consigo. O meu voo é baixo e pouco preciso, as minhas asas são pequenas e não consigo voar à tua velocidade. Não consigo vencer os meus próprios limites. – respondeu o pequeno pardal.

– E como te sentes por não conseguir superar os teus limites? – perguntou a águia.

– Sinto-me muito triste. Tenho uma grande vontade de realizar este sonho. Todos os dias te observo a voar, mas as minhas limitações são tantas que nunca conseguirei ser como tu. – suspirou o pardal a olhar para o chão.

– E não voas? Não treinas? Ficas o dia todo a observar-me? – perguntou a águia.

– Sim. Apenas te observo. Eu gostava de voar como tu, mas é um passo grande demais para um pequeno pardal como eu. Não conseguiria suportar a força do vento, nem tenho a mesma experiência do que tu. – respondeu o pequeno pardal.

– Tu sabes que a nossa natureza é diferente, mas isso não quer dizer que não consigas voar como eu. Se fores firme com os teus objectivos e deixares que o sonho e a coragem que vive dentro de ti dê forma aos teus instintos, abrirás o caminho para que a águia que vive dentro se possa tornar real. Só tens de acreditar em ti. – respondeu a águia.

– Mas como posso eu fazer isso? – perguntou o pardal.

– Terás de treinar todos os dias. O treino vai-te dar o conhecimento, a experiência, o fortalecimento do corpo e a compreensão da técnica para que possas realizar o teu sonho. Se não levas à acção a tua vontade, o teu sonho será apenas um sonho. – respondeu a águia.“

A Dança Cósmica

“Estava sentado à beira mar, num fim de tarde de Verão, vendo as ondas surgirem e sentindo o ritmo da minha respiração, quando repentinamente dei conta do desenvolvimento de todo o meu meio ambiente numa gigantesca dança cósmica. Sendo um físico, eu sabia que a areia, rochas, águas e ar que me rodeavam são feitas de moléculas e átomos vibrantes, e que estes consistem em partículas que interagem umas com as outras, criando e destruindo outras. […] Tudo isto me era familiar pela minha investigação na física das altas energias, mas até ali só tinha sentido isso através de gráficos, diagramas e teorias matemáticas. Sentado na praia, as minhas anteriores experiências vivificavam-se:”vi” cascatas de energia descendo de um espaço externo, onde as partículas eram criadas e destruídas ritmicamente; “vi” os átomos dos elementos e os do meu corpo participando nesta dança cósmica de energia; “senti” o meu ritmo e “ouvi” o seu som, e nesse momento soube que era a Dança de Shiva, o Senhor dos Dançarinos adorado pelos hindus.”

Fritjof Capra

Sunrise

Mulher

No dia 8 de Março gosto sempre de relembrar este texto.

“Gostaria que você fosse menina. […] não concordo de jeito nenhum com
minha mãe que acha que nascer mulher seja uma desgraça. […] Eu sei: o
nosso é um mundo fabricado pelos homens, sua ditadura é tão antiga que se
estende até à linguagem. […] Nas lendas que os homens inventaram para
explicar a vida, […] Deus é um velho de barba, nunca uma velha de cabelos
brancos. E todos os seus heróis são homens […]. No entanto, e por isso
mesmo, ser mulher é tão fascinante. É uma aventura que requer muita
coragem, um desafio que não cansa nunca. […] Para começar, você vai ter
que lutar para defender que, se Deus existisse, poderia também ser uma velha
de cabelos brancos ou uma bela jovem. Depois vai ter que lutar para explicar
que o pecado não nasceu no dia em que Eva colheu a maçã: naquele dia
nasceu uma esplêndida virtude chamada desobediência. […] Você vai se
esforçar muito gritando essas coisas. E muitas vezes, quase sempre, vai
fracassar. Mas não deve perder a coragem. Lutar é muito melhor do que
vencer, viajar é muito mais divertido do que chegar […]
Mas, se você nascer menino, também ficarei contente. E talvez até mais,
porque isso vai poupar você de muitas humilhações, muitas opressões, muitos
abusos. Se você nascer homem, por exemplo, não precisará […] de um rosto
bonito para ser aceito no primeiro olhar, de um belo corpo para esconder sua
inteligência. […] Naturalmente, sofrerá outras privações, outras injustiças:
nem mesmo para um homem a vida é fácil, sabia? Pois, como você tem
músculos mais fortes, farão com que carregue fardos mais pesados […].
Como você tem barba, vão rir se você chorar e se precisar de ternura. […]
Todavia, ou por isso mesmo, ser um homem também será uma aventura
maravilhosa […]

E, antes de mais nada, o que eu quero é que você seja uma pessoa. É uma
palavra maravilhosa a palavra pessoa, porque não impõe limites a um homem
ou a uma mulher. […] O coração e o cérebro não têm sexo. Nem o
comportamento. Se você for uma pessoa de coração e cérebro, lembre-se, eu
não vou ser daqueles que vão querer impor a você que se comporte de um
modo ou de outro, como homem ou mulher. Só vou pedir que você aproveite
bem o milagre de ter nascido, que não ceda à covardia.”

ORIANA FALLACI, CARTA A UMA CRIANÇA QUE ESTÁ PARA NASCER, 1975