O bolo todo ou só as migalhas?

O Yôga é classificado como filosofia. Filosofia de vida, ou filosofia prática. Surgiu há mais de 5.000 anos, na Índia. É um dos seis darshanas do hinduísmo.

O Yôga antigo possui inúmeras técnicas, entre elas estão os kriyás. Os kriyás são técnicas de limpeza das mucosas do organismo. Cada kriyá trabalha sobre uma área definida do corpo purificando-a. Esta limpeza é indispensável para a evolução no Yôga, pois permitirá que os fluxos pránicos circulem livremente.

O primeiro kriyá que eu aprendi quando comecei a praticar Yôga foi o uddiyana bandha.

Para executar o uddiyana bandha, coloca-te em pé, com as pernas ligeiramente afastadas e flexionadas, as mãos apoiadas na parte superior das coxas e o tronco ligeiramente arqueado.

Expira todo o ar que tiveres nos pulmões e puxa a barriga para dentro e para cima. Sente como se a musculatura abdominal tocasse nas costas. A contração acontece pelo vazio provocado pela expiração e pela elevação do diafragma. Mantem-te assim, enquanto puderes permanecer com os pulmões vazios, quando não puderes mais solta o abdómen. Depois inspira, para logo a seguir expirar novamente e voltar a contrair a região abdominal. Repete algumas vezes. Este é o tamas uddiyana bandha.

Quando tiveres dominado o tamas uddiyana bandha passa à variação rajas, isto é, com movimento. Procede da mesma forma, mas agora contrai e solta sucessivas vezes o abdómen, sempre com os pulmões vazios. Pára para inspirar, e ao expirar novamente repete as contrações.

Esta técnica possui inúmero efeitos: tonifica os orgãos abdominais, favorece o funcionamento do intestino, estimula as secreções gástricas e o bom funcionamento do fígado, ajuda a eliminar toxinas, etc.

Se não conheces  o uddiyana bandha procura um instrutor formado para te ensinar. Não tentes aprender por livro ou vídeo.

banda

Passados tantos anos da minha primeira aula de Yôga, comecei a ouvir falar de abdominais hipopressivos. O mundo do fitness está invadido por esta tremenda novidade! As revistas, os blogs, os programas de televisão não falam noutra coisa. Vendem os abdominais hipopressivos como se fossem a última grande descoberta e a quinta maravilha em termos de efeitos. E o que são os abdominais hipopressivos? Vê o vídeo abaixo e descobre.

Agora esquece o uddiyana bandha e os hipopressivos. Imagina que a tua avó faz um delicioso bolo de laranja. Cada familiar teu aproxima-se do bolo, corta uma fatia e delicia-se com a iguaria. Mas tu, sem coragem para tirares a tua própria fatia vais-te contentado com as migalhas que caem no prato.

É mais ou menos isso que acontece com o Yôga. O Yôga é o bolo, as técnicas são as migalhas. Tem gente por aí que ensina abdominais hipopressivos, outros ensinam  a respirar correctamente (ensinam apenas respiração abdominal, quando o Yôga possui mais de 50 exercícios respiratórios diferentes), outros ensinam meditação (fora do contexto e sem ajuda das outras técnicas, o que torna a meditação muito mais difícil). Nada contra, afinal as técnicas mesmo isoladamente, possuem os seus efeitos.

Agora imagina o poder de uma aula de Yôga antigo, com pránáyámas, kriyás, mantras, ásanas, meditação etc. Imagina todas estas técnicas fabulosas juntas numa só aula! Poderoso, não é?

Anúncios

4 thoughts on “O bolo todo ou só as migalhas?

  1. Descobri o teu blog há uns dias, e estou encantada! Obrigada por partilhares tanto com quem está deste lado! Beijinho enorme

  2. Nem mais! Yoga não é só tocar no chão com as mãos. É tanto mais! Ainda na semana passada fiz um exercício na aula de yoga, já no final, de pranayama muito louco! Inspiração por um narina e expiração por outra! Tremenda sensação 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s