A importância da prática regular

Imagina que te inscreves numa escola de música para aprender a tocar piano. Inscreveste-te hoje, estás super entusiasmado e fazes a primeira aula. Mas na próxima semana, tens a agenda cheia e convences-te de que nem tens tempo para aparecer nas aulas. Daqui a quinze dias regressas e fazes mais uma aula, a seguir tens novamente uma semana cheia e faltas. E assim vai passando o tempo… Daqui a seis meses, olhas à tua volta e percebes que os teus colegas, que até frequentaram as aulas umas duas vezes por semana,  já tocam pequenas músicas e tu continuas a treinar escalas…e o professor não te consegue levar mais longe que isso, mesmo que tenha muita  boa vontade.

Este é apenas um dos muitos exemplos que poderia dar sobre como não obter resultados. Se queremos aprender alguma coisa temos de nos dedicar a ela por tempo razoável e com regularidade. Duas vezes por semana, ou  três vezes por semana…o que for, desde que seja com constância e regularidade permite-nos conquistar resultados ao longo do tempo.

Com o Yôga também é assim. Dedica-te um pouco, todas as semanas e ao fim de algum tempo vais ver resultados e vais sentir que vale a pena o esforço.

imagessss

foto obtida no pinterest

 

Escrevo este texto a pensar nas pessoas que muitas vezes me procuram e dizem “ah…uma vez por semana, só posso praticar uma vez por semana”  e eu tento explicar que “…hum uma vez por semana é pouco, é quase nada e não permite obter resultados quase nenhuns”.  Outros dizem, ” aulas avulso pode ser?”….e eu tenho de respirar fundo e explicar que não, que não dá!

Mesmo em coisas comuns, como por exemplo, tentar emagrecer, ninguém vai ao ginásio pedir para fazer aulas avulso pois não? Seria quase como dizer que na verdade não quer emagrecer! Então por quê fazer isso com o Yôga?

O Yôga é conhecido por ter uma gama alargada de benefícios. Combate o stress, reduz a insónia, aumenta a concentração, fortalece a coluna, torna o corpo mais forte e flexível,  etc. .

É fácil perceber, que com uma aula de Yôga de vez em quando, não vai conseguir extrair nenhum benefício da prática. E muito menos atingir a meta do Yôga que é um estado de auto-conhecimento e necessita de anos de dedicação. Uma aula de vez em quando pode até eliminar o stress daquele dia, mas não te vai ajudar a gerir o stress de todos os dias. Uma aula de vez em quando pode até eliminar aquela dorzinha que trazias na coluna, mas não vai eliminar as tensões musculares, quer sejam elas provenientes de má postura, cansaço físico ou stress, e não vai tornar a coluna mais forte ou mais flexível.

A prática de Yôga tem um efeito cumulativo, uma vez que ao praticar algumas vezes por semana de forma consistente, o corpo acumula as alterações iniciadas com a primeira aula e cria uma base sólida a partir da qual surge um  progresso consistente.

Se já experimentou praticar algum tempo com regularidade e depois ficou algumas semanas sem  praticar, deve ter percebido que o seu corpo  voltou ao estado em que estava antes de iniciar a prática. Pratique com regularidade por longo tempo e vai sentir-se a  construir  um reservatório de energia, bem-estar e vitalidade que dificilmente se abala com os percalços da vida!

Anúncios

7 thoughts on “A importância da prática regular

  1. Esta abordagem sobre a evolução é muito interessante. Eu pratico yoga religiosamente duas vezes por semana e sinto já alguma evolução. Gostava de sentir um pouco mais, mas não faço mais aulas por questão de custos. Para quem quer levar a coisa mais a sério, se calhar aumentava a frequência semanal? Ou duas vezes por semana podem bastar para um iniciado?

    • Olá João,
      Eu acho que podes aumentar à vontade se assim o desejas. E que os custos não sejam um problema 🙂 porque não pedires ao teu professor para te criar uma prática para tu fazeres sozinho em casa? Eu costumo fazer isso com os meus alunos, nada como sentar conversar e ver quais são objectivos do aluno e criar uma prática à medida. Espero que gostes da dica!

      • É uma óptima dica! E aproveito para perguntar se achas que surya namaskar (fazer 4 ou 5 sequências ) se é suficiente ou se precisaria de algo mais ( asanas diferentes)

      • O surya namaskar é muito giro e é um clássico e tal, é bom para alongar. Mas para uma evolução mais profunda, na minha opinião, é melhor uma prática maior e com mais variedade de ásanas 🙂

  2. Adorei esta publicação! Pratico yoga há dois anos, mas só no último ano é que comecei a dedicar-me mesmo à prática e tenho sentido uma evolução e crescimento pessoal enorme. Mas, tal como o João, não consigo pagar aulas de yoga diárias ou com maior frequência. Costumo procurar vídeos na internet, inspiração em redes sociais de outros praticantes de yoga e aconselhamento com outros professores e pratico muito muito muito em casa. Acho que a prática pessoal nos dá a capacidade de descobrir o nosso corpo e é também bastante importante! 🙂 Quando temos força de vontade e interesse por ir mais longe, comprometemo-nos. 🙂

  3. Eu acho que o Yoga não é diferente de todo o resto na nossa vida. Cozinhar, aprender uma nova língua, enfim, tudo aquilo que nós de fato nos dedicamos tendem a ter excelentes frutos. Sempre adorei Yoga mas a falta de tempo é sempre a desculpa para não praticar. Uma pena! Ler teu blog me dá vontade de ver o Yoga na minha vida novamente!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s