Pratica.Sente.Conscientiza

Quem se dedica ao Yôga sabe que a prática desta filosofia de vida induz o praticante ao constante esforço sobre si mesmo e a um aprimoramento que vai muito além do aumento da força, flexibilidade e consciência corporal, pois leva-o a uma percepção mais ampla das suas emoções, pensamentos e das características mais profundas da sua personalidade.

Nesta maravilhosa viagem rumo ao auto-conhecimento aprendemos:

> A respirar 

Existe uma relação directa entre a  respiração e os nossos estados emocionais e mentais.

Quando estamos descontraídos, a respiração é mais longa e os batimentos cardíacos são mais lentos. Ao contrário, quando estamos tensos ou ansiosos, a respiração é curta e os batimentos são mais rápidos. Normalmente, estamos presos a essa estrutura. Mas quando começamos a praticar as técnicas respiratórias do Yôga aprendemos interferir positivamente nesse processo – aceleramos a respiração para aumentar os batimentos e o estado de alerta, e diminuímos seu ritmo para reduzir os batimentos e a ansiedade. Com isso geramos energia, vitalidade, mas também capacidade de foco e atenção.

> A Trabalhar o corpo

As técnicas corporais do Yôga trabalham intensamente o corpo. É verdade que ficamos mais fortes, flexíveis e com o corpo mais tonificado. No entanto, a prática vai muito além do físico, já que damos ênfase à permanência nas técnicas em detrimento da sua repetição.

A permanência permite que o corpo explore os efeitos mais profundos de cada técnica, e permite-nos trabalhar a nossa capacidade de auto-superação, pois muitas vezes precisamos recorrer de todo a nossa força mental e emocional para executar cada exercício.

> A descontrair

As técnicas de descontração ensinam a relaxar toda a musculatura, permitem-nos recuperar do esforço, cansaço e stress do dia-a-dia, ajudam-nos a melhorar o sono e o bom-humor.  Além disso, conduzem-nos a um  altíssimo nível de consciência corporal, ajudam-nos a reeducar hábitos e comportamentos, a aumentar os níveis de vitalidade e a melhorar a gestão das nossas emoções.

>  A concentrar e meditar

O Yôga desenvolve de maneira superlativa a nossa capacidade de concentração. A concentração é essencial para desenvolvermos melhor as nossas tarefas no trabalho, nos estudos etc., mas permite-nos também concretizar a conquista de objectivos a médio e longo prazo. A concentração permite-nos gerar um fio condutor na nossa vida.

Por outro lado, a meditação exacerba a vivência do momento presente e, nesse processo todo o nosso potencial vem à tona.


Com a prática constante e empenhada conquistamos uma percepção mais profunda de nós mesmos, construímos uma vida plena, realizada e feliz!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s